quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Menos uma dose e eu teria ido te encontrar.

Sempre tento fazer o meu melhor. Só sei estar em qualquer momento, se for inteira. Foucault nos ensina que - "as pessoas sabem aquilo que elas fazem; freqüentemente sabem por que fazem o que fazem". Ele também diz que a gente ignora isso. Mas será que ignoramos mesmo?
A vida sempre será um constante aprendizado sobre o mundo e sobre nós mesmos. Mas será que um dia saberemos tudo? Não acredito. Nunca estaremos completos. Porque até na morte, faltará a vida. O que busco é um equilíbrio espiritual constante, é o caminho certo, é a melhor escolha e a maior emoção. Eu não sei ser metade. Também não tenho a maldade de manipular o quebra cabeça de ninguém. Quero é ajudar a encaixar as peças e fazer que tudo flua cada vez mais e melhor. 

sábado, 16 de janeiro de 2016

Tem horas que é preciso libertar-se das pessoas que te puxam pra baixo e te empurram pra trás;
Tem horas que é preciso avaliar se vale a pena continuar próximo de quem só te julga, só reclama de como você é e não te aceita;
Tem horas que é bom descobrir novos lugares, novas emoções, novos amigos;
Tem horas que a gente enxerga que não precisa e nem nunca precisou de certas coisas;
Tem horas que você reconhece que a sua família é quem estará sempre ao seu lado para te apoiar em tudo que nunca ninguém apoiou;
Tem horas que o "faça sua parte" é a melhor semente para os mais maduros frutos;
Tem que horas que o seu trabalho te gratifica mais do que suas férias;
Tem horas que a sensação de estar em paz é muito melhor do que o desejo de estar feliz;
Tem horas que por mais que aparentemente as coisas mudem, você não precisa mudar por causa das coisas;
Tem horas que amar é melhor que ser amado;
Tem horas que vai aparecer gente falsa, interesseira, oportunista e infiel;
Mas tem horas, que vai aparecer gente solidária, generosa e disposta a te ensinar a ser melhor;
Se a vida é feita de horas, tem horas que vão passar sem ter muito sentido na vida, mas espero que as horas para continuar, sejam maiores do que as horas da vontade em desistir.
Janeiro/2016. Tarde nublada de verão.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

De que adianta um ano novo se os desejos são velhos?


quarta-feira, 2 de setembro de 2015

E então você fica me fazendo perguntas que não tem nada a ver. As atitudes deveriam valer mais que qualquer palavra quando se faz o que se quer e você diz que só faz o que quer.
- Vai negar que os seus olhos falam o que você não pode me dizer?
Eu percebo a forma como você olha e posso ouvir os seus pensamentos enquanto o tempo passa.
Então me diz, vai.

sábado, 18 de julho de 2015

Tem horas que o amor precisa ser consertado. Por mais que se cante por aí que “cristal quebrado não cola jamais”, o coração cicatriza as feridas e com o tempo, alguns erros cometidos ao longo do amor, podem ser reparados e cicatrizados para futuras emoções.

Um casal que eu conheço terminou um relacionamento de quase 10 anos. Ela está irredutível, jura que acha que não gosta mais dele. Outro dia, sai com eles para jantar e vivi uma das noites mais divertidas da minha vida. Sim, eles saem juntos para jantar. Aliás, dormem no mesmo quarto depois de tudo: ela na cama, e ele na rede, claro. Assim, como nos relacionamentos antigos, onde a gente esquece que acordar no meio da noite levando um baita chute do outro faz toda a diferença. Durante o jantar, se chamaram de “amor” e corrigiram o adjetivo, depois começaram a recordar algumas passagens do namoro no presente e policiavam dizendo “quando a gente namorava...” mas olha quanta bobagem e tempo perdido. A propósito, esqueci de contar que esse jantar foi no Dia dos Namorados. Ora, imagine sair para jantar com o ex no dia dos namorados. Só quem se ama muito é capaz de tamanha façanha. 

A separação - entre aspas -  do meus amigos, me ensinou o quanto precisamos consertar o amor. Diariamente devemos reparar aqueles trincos que as palavras malditas e as atitudes não feitas acumulam. Falar na hora, desculpar na hora, resolver na hora. Acumular faz mal. Não podemos guardar o amor trincado como guardamos o jarro que trincou enquanto tirávamos a poeira da sala. Amor é convivência, precisa diálogo. É como os jarros que precisam trocar as flores.

Essa semana, encontrei meu casal de amigos no Shopping fazendo um plano de celular para ligar de graça um para outro. Olha que coisa mais linda! Namorar no telefone faz a gente redescobrir o frio na barriga que o tempo muitas vezes faz a gente perder. Mas continuam terminados um do outro.

Terminaram e não sabem se vai ter volta. Já ri muito disso. Fazer planos do fim, é estar disposto a recomeçar. Mas eles ainda vão descobrir depois.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Aos 16 anos eu comecei a enfrentar a vida de outra maneira e, apesar de ser escrava das minhas emoções, comecei a ser mais fria em relação aos tapas que a vida me dá. Sempre que tento recuar e oferecer amor a quem um dia me fez mal me ocorre a lembrança de Maquiavel quando se questiona se "Vale mais ser amado ou temido? O ideal é ser as duas coisas, mas como é difícil reunir as duas coisas, é muito mais seguro – quando uma delas tiver que faltar – ser temido do que amado. Porque, dos homens em geral, se pode dizer o seguinte: que são ingratos, volúveis, fingidos e dissimulados, fugidios ao perigo, ávidos do ganho. E enquanto lhes fazeis bem, são todos vossos e oferecem-vos a família, os bens pessoais, a vida, os descendentes, desde que a necessidade esteja bem longe" eu sou uma pessoa extrema, que pra falar a verdade, prefere amar e que talvez tenha medo de ser amada e prefira ser temida, vai saber o que realmente sou. Acredito que o que rege a nossa vida sempre será a energia que a gente emana, por isso tento espalhar muita felicidade por aí. Mas preciso realmente aprender a ser a bêbada na linha do equilibrista e não cair na tentação dos meus extremos, onde sempre me perco. 

O desafio para quem não sabe lidar com as próprias emoções é morrer por elas.